Ciro acusa Michel Temer de ser o Capitão do Golpe contra Dilma

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

O pedetista saiu em defesa de Dilma e oficializou sua pré-candidatura à Presidência em 2018.
O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) acusou neste domingo, 6, o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB) de ser o "capitão do golpe" do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, deflagrado na semana passada na Câmara dos Deputados. A acusação foi feita durante entrevista coletiva no Palácio dos Leões, sede do governo maranhense, em que Gomes, ao lado do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, e do governador do Maranhão, Flávio Dino, saiu em defesa do mandato da presidente Dilma Rousseff. 

"Perguntem qual é a opinião do Michel Temer, vice-presidente da República, sobre o fato de seu companheiro, amigo, parceiro, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ter contas na Suíça, ser denunciado por crime de formação de quadrilha, de roubo do dinheiro público. Ele não tem uma opinião. Por quê? Porque é íntimo parceiro. E não por acaso o beneficiário imediato dessa ruptura da democracia e dessa imensa e potencial crise para 20 anos. É ele mesmo o senhor Michel Temer, o capitão do golpe", afirmou Gomes. Procurados pela reportagem, Cunha e Temer disseram que não iriam comentar as declarações.(MSN)

0 comments

Postar um comentário

ESCREVA AQUI SEU COMENTÁRIO