Nova pesquisa, Dilma venceria Marina no 2º turno

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Dilma
A pesquisa encomendada pela CNT (Confederação Nacional dos Transportes)junto ao instituto MDA e divulgada nesta segunda-feira (29), mostra que a presidente Dilma Rousseff ampliou a vantagem que tinha em relação a Marina Silva no primeiro turno da corrida ao Palácio do Planalto.
Dilma subiu de 36% para 40,4% das intenções de voto. Marina oscilou de 27,4% a 25,2%, no limite da margem de erro na comparação para a sondagem divulgada no dia 23 de setembro. O candidato do PSDB, Aécio Neves, oscilou de 17,6% para 19,8%, também no limite da margem de erro (2,2 pontos porcentuais).
No principal cenário de disputa para segundo turno, Dilma venceria Marina por nove pontos de vantagem. A petista tem 47,7% contra 38,7% da candidata do PSB. No levantamento anterior, Dilma tinha 42% e Marina, 41%, em situação de empate técnico. Na disputa entre Dilma e Aécio, a presidente também ampliou a diferença e se reelegeria com 49,1% contra 36,8% do tucano. A petista tinha 45,5% contra 36,5% do tucano.
Segundo a CNT, foram entrevistados 2.002 pessoas, em 137 municípios de 25 unidades federativas das cinco regiões do País, nos dias 27 e 28 de setembro.

Pesquisa Ibope aponta Eunício com 43% e Camilo com 38%

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

O candidato Eunício Oliveira (PMDB) lidera as pesquisas de intenção de voto para o Governo do Estado, com 43%, seguido por Camilo Santana (PT) com 38%. De acordo com a pesquisa Ibope, divulgada nesta quarta-feira (24), os dois candidatos estão empatados tecnicamente devido à margem de erro do levantamento que é de 3 pontos percentuais. 
A candidata Eliane Novais (PSB) aparece em terceiro lugar, com 3% e Ailton Lopes (PSOL) possui 1%. Brancos e nulos somam 7% e não sabem ou não responderam, 8%.
Conforme com o levantamento, Eunício venceria um segundo turno na simulação com Camilo. O candidato do PMDB possuiria 46% e o do PT 40%.
A pesquisa também perguntou em quem os eleitores não votariam para o Governo do Estado. 37% não votariam no Ailton Lopes, 37% na Eliane Novais, 23% no Camilo Santana e 19% no Eunício. 9% dos pesquisados afirmaram que votariam em qualquer um dos pesquisados e 14% não sabem ou não responderam.
A pesquisa ouviu 1.204 eleitores entre os dias 21 e 23 de setembro. O levantamento foi encomendado pela TV Verdes Mares e foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral.

Dilma e Marina empatam no 2º turno afirma IBOPE

Pesquisa Ibope/Estadão/TVGlobo mostra empate numérico entre as candidatas Marina Silva (PSB) e Dilma Rousseff (PT) numa eventual disputa em segundo turno. Ambas tem 41% das intenções de voto, segundo o Ibope.
Pela primeira vez isso acontece no teste de segundo turno. Nas pesquisas anteriores, a diferença a favor de Marina foi de 9 pontos para 7 pontos, depois para 1 ponto e era de 3 pontos percentuais na última semana.
No cenário em que o adversário de Dilma é o candidato do PSDB, Aécio Neves, a diferença da petista sobre o tucano subiu de 7 pontos para 11 pontos porcentuais da última pesquisa para cá. Agora Dilma tem 46% contra 35% de Aécio. Brancos e nulos são 13% e indecisos, 7%.
Numa simulação entre Marina e Aécio, a candidata do PSB teria 44% ante 31% de Aécio - a diferença caiu de 18 pontos para 13 pontos. Brancos e nulos são 16% e indecisos, 9%.
Primeiro turno
O levantamento do Ibope também confirmou a tendência de ampliação da vantagem de Dilma no primeiro turno, movimento que já havia sido detectado pela pesquisa divulgada pelo Datafolha na semana passada.
No intervalo de sete dias, conforme a série do Ibope, Dilma passou de 36% para 38% enquanto Marina voltou a oscilar negativamente, de 30% para 29%. Desde o início de setembro houve uma queda lenta e constante desde o auge de 33%.
Taxa de rejeição
A pesquisa mostra que a taxa de rejeição de Marina subiu de 14% para 17%. Segundo o levantamento, a taxa da candidata Dilma oscilou de 32% para 31% e a de Aécio manteve-se em 19%.
A taxa de rejeição ao pastor Everaldo (PSC) é de 17%. A de Zé Maria (PSTU), Eymael (PSDC) e Luciana Genro (PSOL), 12%. A rejeição a Mauro Iasi (PCB) é 11% e a de Rui Costa Pimenta (PCO), 10%. Já 8% dos eleitores disseram que poderiam votar em todos os candidatos e 16% não souberam ou não responderam.
Avaliação do governo
O Ibope aponta um cenário de estabilidade na avaliação do governo Dilma. Apenas a avaliação boa ou ótima oscilou de 37% para 39%. A avaliação regular se manteve em 33% e a ruim ou péssima permaneceu em 28%. Apenas 1% não soube ou não respondeu à questão.
A pesquisa mostra que 52% dos eleitores acreditam que Dilma Rousseff (PT) será a próxima presidente do Brasil. Nos levantamentos anteriores, o percentual saiu de 47% para 51%.
Para 26% dos eleitores, Marina é a favorita neste pleito. Os que acreditam na vitória de Aécio Neves (PSDB) somam 10%.
A pesquisa Ibope/Estadão/TVGlobo entrevistou 3.010 eleitores entre 20 e 22 de setembro em 206 municípios do País. A margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada na Justiça eleitoral com o número BR-00755/2014.
Outros levantamentos
As pesquisas CNT/ MDA e Vox Populi, também divulgadas ontem, mostraram a presidente Dilma ampliando sua vantagem nas intenções para o primeiro turno e derrotando a candidata do PSB em uma eventual segunda rodada.
A campanha do candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, divulgou nota na noite de ontem, para afirmar que está "otimista" na reta final da campanha.
Integrantes da executiva nacional do PT também avaliaram bem o resultado, mas pediram que o partido e a militância evitem "euforia".

Comunicado aos Aprovados na Seleção para Agente de Saúde-Coreaú

Atenção aprovados na Seleção para Agente Comunitário de Saúde - Coreaú-CE, abaixo está a lista de documentos necessários para investidura no cargo. A Secretaria de Saúde do Município pede o comparecimento dos aprovados com os respectivos documentos nesta quinta-feira 25/09/2014. 
 

Parabéns Coreaú 144 anos!!!

Coreaú
(município, cidade, comarca e paróquia).
Plantada no Vale do Coreaú, noroeste do Ceará, entre as serras da Meruoca e da Ibiapaba, contando 311 de história, a partir da concessão, pela Coroa Portuguesa, da primeira sesmaria ao Capitão Rodrigo da Costa Araújo, datada de 7 de janeiro de 1702. Ocupa hoje uma área de 775,476 km² (SEPLAG) com 21.954 habitantes (IBGE).
 
Povoadores
Os primeiros sesmeiros que povoaram a região onde se encontra encravado o Município e Cidade de Coreaú foram Capitão Rodrigo da Costa Araújo (1702), Tenente Manoel Dias de Carvalho (1705), Félix Coelho (1705), Torquato da Rocha Ferreira (1708). O processo de povoamento continuou. Outros portugueses, ao longo do tempo, receberam datas de sesmaria e estabeleceram-se nessas plagas.
 
Histórico
Na imensa campina, localizada entre a Meruoca e a Ibiapaba, banhada pelos rios Coreaú e Juazeiro, surgiu a Fazenda Várzea Grande.  Em 1850, os proprietários da dita fazenda, Plácido Rodrigues Moreira juntamente com seus irmãos Joaquim Rodrigues Moreira, Alexandre Rodrigues Moreira e o cunhado José Gomes Damasceno,   ergueram um nicho dedicado a Nossa Senhora da Piedade, surgindo em torno deste um arraial.
Com o crescimento da povoação da Várzea Grande, em 1856, os referidos senhores iniciaram a construção de uma Capela. Mais tarde, doaram quinhentas braças de terra para a formação do patrimônio, visando à instalação de uma freguesia neste local.
 
Evolução política, eclesiástica e judiciária
Distrito de Paz
Por força da Lei nº 955, de 29 de agosto de 1860, ascendeu ao patamar de Distrito de Paz.
 
Paróquia
Com o advento da Resolução Provincial nº 1.206, de 10 de agosto de 1867, era criada a Freguesia de Nossa Senhora da Piedade da Várzea Grande, desmembrada da Freguesia de São José da Granja. Porém a ereção canônica só foi concretizada em 25 de junho de 1868, elevando a Capela existente à condição de Matriz. O primeiro vigário, Padre Salviano Pinto Brandão, tomou posse no dia 15 de agosto de 1868.
 
Município
Uma década depois de sua elevação a distrito, por determinação da Resolução nº 1.316, de 24 de setembro de 1870, o povoado da Várzea Grande atinge o predicamento de município com o título de Vila da Palma, ficando politicamente desmembrado do Município de Granja. A nova graduação ensejou-lhe também outra denominação. Neste contexto, ocorreu a sua primeira variação toponímica de Várzea Grande para Palma, numa homenagem aos bolinhos de goma (broas) fabricados artesanalmente na região, vulgarmente chamados de palmas.


O Decreto nº 448, de 20 de dezembro de 1938, elevou a Vila da Palma  à categoria de cidade.
Por imposição do Decreto nº 1.114, de 30 de dezembro de 30 de dezembro de 1943, a cidade de Palma teve sua toponímia alterada  para Coreaú, denominação do rio que corta o seu território municipal. Este topônimo é indígena, segundo Teodoro Sampaio, no seu famoso “O Tupi na Geografia Nacional”, p.225, significa o comedouro ou viveiro dos curiás, pequenos patos de água doce.

Fonte: Prefeitura Municipal de Coreaú 

Concurso da Polícia Civil

terça-feira, 23 de setembro de 2014

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) divulgou, por meio do Diário Oficial do Estado (DOE) da última sexta-feira (19), o edital de abertura das inscrições do concurso público para delegado, inspetor e escrivão de Polícia Civil (PC).

Ao todo, são 763 vagas, sendo 168 delas para o cargo de delegado, 336 para escrivão e 259 para inspetor da PC. Os salários variam de R$ 2.946,19 a  14.592,39, conforme a função, para a carga horária de 40 horas semanais.

Inscrições

Aos interessados em se inscrever, o processo estará aberto a partir do dia seis de outubro e até o dia sete de novembro por meio do site www.vunesp.com.br.

A data de realização da prova está prevista para o dia 18 de janeiro de 2015, podendo ser alterada ou confirmada posteriormente.  Todas as etapas do concurso serão realizadas e Fortaleza.

O edital completo com todas as informações está disponível por meio do site www.vunesp.com.br ou no Caderno 2 do DOE do dia 19/09/2014, páginas 88 a 133.

Eleição para o governo fica mais acirrada no Interior do estado do Ceará

Em 15 dias de campanha, a eleição para governador do Ceará ficou mais acirrada no Interior, onde a situação de Eunício Oliveira (PMDB) era antes mais confortável.

Por outro lado, na Região Metropolitana de Fortaleza, onde havia empate técnico, o peemedebista conseguiu abrir ligeira vantagem sobre o petista, segundo a terceira rodada da pesquisa O POVO/Datafolha. Em todo o Estado, Eunício tem 41%, contra 34% de Camilo.

No começo de setembro, Eunício tinha 45% das intenções de voto no Interior e Camilo tinha 31%. Em duas semanas, o peemedebista oscilou dois pontos para baixo e o petista subiu sete pontos. Agora, o resultado está em 43% a 38%, o que caracteriza empate técnico.

Porém, em Fortaleza e Região Metropolitana onde havia empate (33% a 32%), Eunício oscilou três pontos para cima e Camilo, os mesmos três para baixo. Agora têm 36% a 29%. Exclusivamente na Capital, os números mostram 34% a 28%.

A vantagem de Eunício é maior nos pequenos municípios: 45% a 36% naqueles com até 50 mil habitantes. Já nos municípios entre 200 mil e 500 mil habitantes (casos de Caucaia, Juazeiro do Norte e Maracanaú), Camilo chega a liderar: 45% a 38%. Onde há de 50 mil a 200 mil, Eunício tem 41% contra 36%.

Metodologia
O Datafolha ouviu 1,2 mil eleitores com em 47 municípios do Ceará, entre 18 e 19 de setembro. A pesquisa foi contratada pelo O POVO, em parceria com o jornal Folha de S.Paulo. Está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob os números CE-00022/2014 e BR-00695/2014.

No Ceará Dilma lidera, Marina cai e Aécio sobe

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Terceira rodada da pesquisa O POVO/Datafolha revela que Dilma Rousseff (PT) lidera disputa presidencial no Ceará com 58% das intenções de voto. Em segundo e terceiro lugar, respectivamente, Marina Silva (PSB) e Aécio Neves (PSDB) “trocaram” eleitores: enquanto a ambientalista caiu seis pontos e hoje teria 18% dos votos cearenses, Aécio subiu cinco pontos e alcança 9%. Com o resultado, o Ceará fica entre os Estados onde Dilma possui maior votação.

Comerciante natural de Furnalhão-CE é morto em Macapá-AP

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

O dono de um mercantil, identificado como Edilson Ferreira, de 40 anos, foi morto com dois tiros, um no peito e outro na boca, após ser assaltado dentro do estabelecimento localizado no bairro Novo Horizonte, na Zona Norte de Macapá. A polícia informou que a vítima foi baleada após entregar a renda do caixa ao assaltante.

Edilson chegou a ser colocado na ambulância com vida, mas morreu no caminho para o Hospital de Emergências (HE).
Um cliente que estava no mercantil e presenciou o crime disse que o assaltante usava um capuz cobrindo o rosto. Segundo ele, após o assalto ele fugiu de moto do local. "O assaltante entrou e foi logo anunciando o roubo. Primeiro pediu o dinheiro e mandou as quatro pessoas que estavam no mercantil deitarem no chão. Não vi direito, mas acho que o dono tentou reagir e foi atirado", descreveu o cliente, que preferiu não se identificar.
Familiares da vítima contaram que o comerciante havia sofrido outras tentativas de assalto. Mesmo assim, o estabelecimento não estava equipado com câmeras de segurança. A polícia ainda não tem pistas do assaltante.

Em Nota Cid Gomes diz processar a revista: ISTO É

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Em respeito à opinião pública cearense e brasileira, a propósito de infamante citação de meu nomesem qualquer fundamento ou base, em matéria relativa ao chamado escândalo da Petrobras na edição desta semana da Revista IstoÉ, esclareço:

1. Estou processando a citada revista por calúnia, difamação e por dano moral por ter abrigado clara armação criada por meus adversários, visando interferir na disputa eleitoral no Ceará;

2. Não tenho, nem nunca tive, qualquer envolvimento nem qualquer tratativa pessoal com o citado ex-diretor da Petrobras, muito menos qualquer conversa indecente ou corrupta. Todo o meu relacionamento com a Petrobras sempre foi institucional;

3. Esta clara fraude envolvendo o meu nome em véspera de eleição repete prática imunda que já tive de enfrentar quatro anos atrás, quando da publicação de invenções envolvendo meu nome e o nome do meu irmão, Ciro Gomes, que se revelaram completamente falsas;

4. O Brasil não suporta mais assistir a corrupção impune nem pode dar aos malfeitores e ladrões do dinheiro público o prêmio da impunidade, senão chegaremos ao fundo do poço em que os salafrários reinarão e ainda se sentirão autorizados a enlamear a honra de quem faz da vida pública uma prática decente. É o caso presente e a justiça tem a obrigação, de, celeremente, achar e punir os culpados.

Fortaleza, 15 de setembro de 2014
Cid Gomes
Governador do Estado do Ceará

Ubaúna - Festejos de São Francisco - 2014

segunda-feira, 15 de setembro de 2014


Foto: Aristênio

Acidente na entrada de São José do Torto - Sobral

quarta-feira, 10 de setembro de 2014


Um grave acidente na manhã desta quarta-feira 10/09/2014 na entrada de São José do Torto, resultou na morte do Sr. (Didi) como é conhecido popularmente pelos familiares e amigos.

A vítima trafegava em sua Moto quando foi atingido por outro veículo que vinha em alta velocidade.

Deixo aqui minha condolência a toda família.

Ubaúna - Nota de Falecimento

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Faleceu em Fortaleza-CE nesta segunda-feira 08/09/2014 o jovem Benedito Fernando.

"Fernando foi e sempre será um grande amigo, nos conhecemos ainda na adolescência, juntos brincamos, estudamos etc, recordo-me muito bem da facilidade que tinha de entender as disciplinas de matemática e física, muitas vezes veio me ajudar a estudar em minha casa". 

Fernando lutou contra a doença até o ultimo minuto. 

Hoje agradeço a Deus pela amizade sincera que me proporcionou ter com Fernando, um jovem do bem que nos deixou, mas a certeza que tenho é de que ele está muito feliz nos braços do PAI.

Pesquisa Ibope para Governo do CE: Eunicio 42%, Camilo 34%

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Segundo o relatório do Ibope para a Televisão Verdes Mares, contratante da segunda pesquisa (a primeira foi em julho) sobre a sucessão estadual, após a escolha dos candidatos, nas convenções de junho passado, Eunício Oliveira (PMDB) continua na liderança da disputa pelo Governo do Estado, embora tenha reduzido consideravelmente a diferença que o separava de Camilo Santana (PT) que registrou um crescimento "em quase todos os segmentos", deixando a distância que os separava em apenas 8 pontos percentuais.
A pesquisa também foi feita em relação à disputa pela vaga de senador da República e para presidente da República (leia matéria da página 10). Tasso Jereissati (PSDB) com 55% das intenções de votos, se a eleição fosse hoje venceria o seu principal concorrente Mauro Filho (PROS) que tem 21% das preferências do eleitorado. Já a presidente Dilma Rousseff (PT) tem a preferência de 56% do eleitorado cearense contra 25% de Marina Silva (PSB).
A pesquisa foi realizada entre os dias 31 de agosto a 2 de setembro. Foram entrevistados um total de 1.204 eleitores e a margem de erro estimada é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Ceará sob o nº CE-00020/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral sob o nº BR-00512/2014.
No relatório de apresentação das tabelas ao lado, diz o relatório do Ibope que "Eunício (PMDB) se mantém na liderança pelo Governo do Estado com 42% das intenções de voto, tendo oscilado 2 pontos percentuais (PP) para menos desde a última pesquisa. Logo em seguida aparece Camilo, do PT, com 34% das menções, o que corresponde a um crescimento de 20 p.P. Após o início da propaganda eleitoral obrigatória no rádio e na TV. Os candidatos Eliane Novais (PSB) e Ailton Lopes (PSOL) têm, respectivamente, 4% e 2% das intenções de voto. Cai a proporção de intenções de voto em branco ou nulo (de15% para 8%) e de indecisos (de18% para 10%). Neste momento, a proporção de intenções de voto em Eunício é muito próximo à soma das menções dos demais candidatos, portanto, não é possível afirmar a realização ou não de segundo turno se a eleição fosse hoje", registra. (IBOPE)

Camilo Santana encosta em Eunício, diz pesquisa Datafolha

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

O instituto Datafolha divulgou, nesta quarta-feira (3), a primeira pesquisa para a disputa do Governo do Estado após o início da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV. Nela, Eunício Oliveira (PMDB) ainda aparece na liderança, mas a vantagem para Camilo Santana (PT) caiu para10 pontos percentuais.
 
Na atual conjuntura, o peemedebista aparece com 41% das intenções de voto, enquanto o petista soma 31%Eliane Novais (PSB) foi lembrada por 4% dos eleitores, e Aílton Lopes (Psol) por 2%. 15% dos 1.042 eleitores ouvidos pelo instituto ainda estão indecisos, à medida que brancos e nulos somam 8%. A margem de erro é de 3 pontos percentuais.
 
Na primeira pesquisa Datafolha, divulgada no dia 14 de agosto, a diferença entre os principais postulantes ao Governo do Estado era de 28 pontos percentuais. Eunício liderava com 47% das intenções de voto, enquanto Camilo aparecia com 19%. Eliane e Aílton também apresentaramvariação negativa, pois apontavam 7% e 4%, respectivamente.
 
Na pesquisa espontânea, na qual não são apresentados os nomes dos candidatos aos eleitores questionados, Eunício e Camilo aparecem tecnicamente empatados. O representante do PMDB soma 19% das intenções de voto, enquanto Camilo marca 18%. O atual governador Cid Gomes (Pros), que não é candidato, foi lembrando por 2% dos eleitores. Eliane aparece com 1%, e Aílton Lopes não pontuou.
 
Cenário para o Senado não apresenta mudança
 
Mesmo após o início da propaganda eleitoral gratuita, Tasso Jereissati (PSDB) manteve a vantagem sobre Mauro Filho (Pros). Com 54% das intenções de voto, o tucano aparece com 24 pontos percentuais de vantagem sobre o opositor, que marca 20%. Na primeira pesquisa Datafolha, Tasso foi lembrado por 53% dos eleitores, e Mauro por 18%.
 
Mais discretas na corrida eleitoral, Geovana Cartaxo (PSB) e Raquel Dias (PSTU) estão empatadas com 2%, cada. 13% dos eleitores ainda não definiram o candidato a votar, e 9% optam por branco ou nulo. A pesquisa Datafolha, que foi encomendada pelos jornais O Povo e Folha de S. Paulo, colheu a posição do eleitorado entre os dias 1º e 2 de setembro.

Cid admite que Marina não conclui o mandato caso eleita

terça-feira, 2 de setembro de 2014

O governador Cid Gomes não esconde sua preocupação com o futuro do Brasil, se acontecer de Marina Silva (PSB) ser eleita presidente da República. Ele admite a possibilidade de, por conta de suas posições, Marina não concluir o mandato, ser "deposta". Cid, no entanto, elogia o candidato a vice de Marina, Beto Albuquerque.
Cid GomesO governador destaca a gestão da presidente Dilma Rousseff e defende o seu Governo. Já em relação à sua sucessão, no Ceará, Cid diz que as pesquisas internas garantem um patamar de 30% de votos para Camilo Santana, do eleitorado que quer votar no candidato do Governo. "Então o Camilo tem um piso de 30%, que é o que nós estamos tentando massificar agora".
"Eu, pessoalmente, não tenho muita angústia com isso não. Partidos são importantes, apoiamentos políticos são importantes, mas tem uma limitação. Eu dividiria assim: Não chega a 30% o número de pessoas que vota por conta do apoio de uma liderança, a grande maioria vota por si só, porque quer uma relação direta com o candidato, simpatiza, acredita nas suas propostas, conhece a sua história. Então, apoio político é importante, mas tem limitações".
Segundo ainda o governador, o "apoio político é fundamental para demarcar tempo de televisão. E tempo de televisão nós temos o maior. Apoio político é fundamental para dar uma constância na campanha em todas as localidades. A nossa estrutura nos permite isso. Em qualquer Município que você chegue, tem uma liderança política lá que montou um comitê, com material de campanha. O resto depende das pessoas, da campanha em si", enfatiza.
Disputar
Para o governador, animar as lideranças é fundamental e "efetivamente temos mais lideranças que o outro candidato, temos mais partidos. Enfim, assegurar, e esse é o grande desafio agora, assegurar a candidatura do Camilo um crescimento permanente e sustentável. Não adianta nada você ter crescimento de explosão que depois se desfaz. É importante que a gente assegure um crescimento sustentável. E tudo indica que a candidatura do Camilo tem crescido, vamos ver essa nova rodada de pesquisas, nesta semana deve sair tanto o Datafolha quanto o Ibope. A gente já tem uma referência de pesquisas anteriores e vamos ver quem cresceu, quem consolidou. Eu sou otimista em relação ao Camilo".
Para o governador, o seu futuro, após deixar o Governo, é "incerto". Ele quer passar um tempo fora da política, e até o calendário impõe esse afastamento em razão de só acontecer eleição de dois em dois anos. "Então é muito provável que eu fique mais de dois anos sem disputar nenhum mandato e vou avaliar, sinceramente, se vale a pena. Eu torço é para que haja gente nova. Eu peço a Deus que me ilumine, porque eu já tive parentes na minha família com 83 anos (Vicente Antenor Ferreira Gomes) disputando eleição e às vezes fazendo papel ridículo. Então eu rezo a Deus para me dar luz para eu não fazer essas besteiras".
Dois anos
Eu estou preocupado com o Brasil, disse Cid Gomes. Para o governador, após todo o bombardeio feito pela grande mídia, agora nem ela sabe o que vai acontecer no Brasil. "Vão eleger, se tudo acontecer como está, se as pessoas não se tocarem, vão eleger a Marina presidente da República. Meu Deus! Nada contra a pessoa da Marina, mas essas coisas não são assim. A gente não pode num gesto de protesto, e é um protesto assim meio alienado, porque induzido pela grande mídia, que afinal quer combater o PT, porque esse sistema é mais progressista, distribui renda e eles querem é concentrar renda, querem dar dinheiro para banqueiro, para meia dúzia de poderosos".
Então, prossegue Cid, "a custa disso desgastaram tanto o PT, e o candidato deles mesmo, que é o Aécio, que não emplaca, é fraco, e aí vão eleger a Marina. Eu quero ver é a consequência disso. Eu não dou dois anos de Governo para Marina. Ela será deposta, pode escrever o que eu estou dizendo... Felizmente, o vice dela é um cara centrado. Religiosamente, a mulher é o que há de mais conservadora. Ela passa uma pose de progressista e a meninada acha que ela é progressista. A mulher é uma reacionária".
Tirou agora do programa dela o capítulo relacionado ao casamento gay, acrescenta o governador. "Tirou porque o ( pastor) Malafaia reclamou. "Politicamente, está assumindo um compromisso público, e isso é que me impressiona, com um negócio de autonomia do Banco Central. Sabe o que é isso? É entregar aos bancos o poder de arbitrar juros. Dizer quanto vai ganhar", disse. Fonte: (Diário do Nordeste)