POLITICA - Secretária de Granja tem afastamento determinado por compra de votos

quinta-feira, 18 de julho de 2013

A secretária do Meio Ambiente do Município de Granja, a 300 km de Fortaleza, Maria Zenaide de Araújo foi afastada por 180 dias por improbidade administrativa nesta quarta-feira (17). A medida foi tomada após determinação do juiz Fernando de Sousa Vicente, da 2ª Vara da Comarca do município e foi dada em caráter liminar, a pedido do Ministério Público (MP-CE).
A secretária é acusada de captação ilícita de votos durante as eleições de 2012. Na ocasião, o MP pediu três mandado de busca e apreensão para a residência de Maria Zenaide. Segundo o órgão, através de seus dados bancários, ficou constatado que ela havia sacado R$ 61 mil em pouco menos de 2 dias.
"Ela prometeu vantagem pessoal a diversos eleitores, com o fim de deles obter o voto e beneficiar sua candidatura, captando, de forma escandalosamente ilícita, o sufrágio de inúmeros eleitores”, diz o texto da ação.

0 comments

Postar um comentário

ESCREVA AQUI SEU COMENTÁRIO