Eduardo Cunha renuncia Presidência da Câmara

quinta-feira, 7 de julho de 2016

O deputado federal afastado Eduardo Cunha (PMDB-R) renunciou ao cargo de presidente da Câmara dos Deputados nesta quinta-feira, 7. Ele leu, ao vivo, carta de renúncia que relembrava de ações da Casa na sua gestão, sobretudo da aprovação da abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). 

Eduardo Cunha chorou ao anunciar renúncia do cargo. Ao fim do discurso, desejou sorte ao presidente em exercício Michel Temer (PMDB) e ao futuro presidente da Casa. 

Por volta de 12 horas desta quinta, o PRB já realizou reunião para articular um candidato ao cargo. O nome predileto de Cunha na disputa, porém, é o do deputado Rogério Rosso (PSD-DF), mas haveria pelo menos 12 candidatos informais na Câmara para a disputa.

A decisão de renunciar teria ocorrido em reunião nesta quarta-feira, 6, após divulgação do voto de Ronaldo Fonseca (Pros-DF) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que acatou apenas um dos 16 questionamentos de Cunha à tramitação de seu processo no Conselho de Ética, que recomendou a cassação de seu mandato.  

0 comments

Postar um comentário

ESCREVA AQUI SEU COMENTÁRIO