População em Canindé protesta contra fiscalização a transporte de romeiros

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Prefeitura e romeiso protestam em Canindé por causa de apreensão de paus de arara com destino à festa de São Francisco (Foto: ceará, fortaleza) 
A população de Canindé, a 180 km de Fortaleza, realizou nesta quinta-feira (16) uma caminhada pelas ruas da cidade em protesto à fiscalização e ao número de apreensões de veículos do tipo “paus-de-arara” e caminhões que transportam romeiros para a tradicional festa religiosa de São Francisco das Chagas. Representantes da prefeitura do município e do Santuário Franciscano divulgaram um manifesto contra a operação realizada pelas polícias rodoviárias para fiscalizar o transporte irregular de romeiros até Canindé. Cerca de mil pessoas já assinaram o documento.
PRF-CE faz operação nas estradas (Foto: Divulgação/PRF-CE) 
A Polícia Rodoviária Federal no Ceará estima que, pelo menos, 100 veículos já foram retidos na operação “Romaria Segura”. A ação termina no dia 21 de outubro. “O modo de transporte dos romeiros é extramamente arriscado. Nós não temos interesse nenhum em macular essa festa religiosa. A nossa preocupação é no estrito cumprimento das normas e da segurança no transporte dessas pessoas”, afirma Alexsandro Batista, chefe do núcleo de comunicação da PRF-CE.

Nesta quarta-feira (15), cerca de dois mil romeiros, que seguiam de Codó, no Maranhão, até Canindé em 16 carretas e oito caminhões, se revoltaram, após a PRF interromper a viagem em Teresina, no Piauí. Eles interditaram a BR-343 e ateram fogo em pneus  porque os veículos ficaram retidos na capital do Piauí. Segundo o coordenador do comboio, todos os documentos estavam legais. Segundo a polícia, os motoristas teriam conseguido autorizações fracionadas depois de burlarem o sistema do Departamento de Estradas de Rodagens (DER).Fonte: G1

0 comments

Postar um comentário

ESCREVA AQUI SEU COMENTÁRIO