SAÚDE - Ministro da Saúde quer médicos estrangeiros no país já neste ano

quarta-feira, 26 de junho de 2013


ministro Alexandre Padilha (Saúde) afirmou que sairá ainda este ano o edital para fixarmédicos estrangeiros e brasileiros no interior do país e nas periferias de grandes cidades. "Não fechamos a data, mas queremos esses profissionais para este ano", disse Padilha nesta terça-feira (25). O governo trabalha com um número próximo a 10 mil médicos que podem ser atraídos pelo edital, a ser lançado nos próximos dias. O número exato de vagas a serem ofertadas ainda será fechado, a depender do interesse dos municípios.
Como uma "vacina" contra a reação das entidades médicas -radicalmente contrárias à abertura massiva do país aos médicos estrangeiros-, o governo assumiu o discurso que o edital dará prioridade aos brasileiros e que o médico formado no exterior só será chamado na falta do nacional."O edital é para médicos brasileiros", reforçou o ministro. Os estrangeiros poderiam ficar no país por até três anos, segundo o edital em detalhamento pelo ministério.
O programa para a vinda dos médicos estrangeiros vinha em fase final de elaboração. Segundo apurado pela reportagem, a revolta das ruas, com demandas para a saúde, criou o momento político para o lançamento da medida, abordada pela presidente Dilma Rousseff em seu pronunciamento na TV na sexta-feira (21).

0 comments

Postar um comentário

ESCREVA AQUI SEU COMENTÁRIO