Governo pode reduzir número de cidades sede para copa de 2014 no Brasil

sábado, 24 de abril de 2010

O ministro do Esporte, Orlando Silva, admitiu nesta sexta-feira (23) que o Governo pensa em um plano B para a Copa do Mundo, com a redução de 12 para oito as cidades brasileiras que receberão jogos do torneio.
“Caso não se cumpra o prazo de início das obras, o plano B para a Copa será a exclusão de cidades”, afirmou o ministro no Fórum Empresarial de Comandatuba, na Bahia.
E completou: “Posso assegurar que, se uma cidade não cumprir com o prazo de início das obras, em 3 de maio, corre o risco de ser excluída da Copa”.
Orlando mandou um recado para Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Manaus, Recife, Fortaleza, Natal e Cuiabá – as futuras cidades-sede. “A decisão de fazer a Copa em 12 cidades foi do presidente Lula, para que todas as regiões do Brasil recebessem partidas. No entanto, a Fifa precisa apenas de oito cidades, pois são oito grupos de seleções. Nosso plano de contingências é eliminar quem não cumprir esta data”, alertou.
Com informações de agências.

0 comments

Postar um comentário

ESCREVA AQUI SEU COMENTÁRIO