quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Homem morre vítima de afogamento em IPÚ - Ubaúna

Faleceu nesta quinta-feira 07/01/10, Sr. Roque Frota, 69 anos de idade, morador da comunidade de Ipú - Ubaúna. A vítima sofria de problemas psicológicos e já há alguns dias havia se perdido no meio da mata. Antônio Raimundo, um dos filhos que morava junto com o Sr. Roque, contou que por muitas vezes encontrava seu pai caido na mata. Nesta quinta, por volta das 02:00hs da manhã, sentiu novamente a falta de seu pai, Antônio saiu a procura, quando se deparou com seu pai morto na beira de um pequeno lago que fica à uns 50m de sua residência. O corpo está sendo velado em Ipú, em sua residência. O enterro será na manhã dessa sexta-feira.



Um comentário:

  1. FÁBIO / BETH - SÃO PAULO15 de janeiro de 2010 05:21

    Muito bom dia a todos !

    Não é possível tecer qualquer comentário, sem antes exteriorizar o sentimento de gratidão ao jovem idealizador do blog que, têm prestado grande serviço a Ubaúna, demonstrando total imparcialidade na veiculação das notícias, fato relevante que denota o profissionalismo do mesmo e a credibilidade do trabalho apresentado, parabéns Gleidson.

    Sou casado com Elisabeth Frota Portela, filha da Sra. Maria do Carmo, moramos em São Paulo-Capital.

    No mês de outubro p.p., tive a oportunidade de conhecer essa maravilhosa Cidade, a qual amei não só por sua beleza, mas principalmente pela hospitalidade do povo Ubaunense.

    Para tristeza não só dos moradores de Ubaúna, mas também de todos que apesar de estarem longe, são natos e possuem parentes nessa Cidade, notamos que de todos os problemas existentes, quais sejam, a ausência de um projeto eficaz na educação, a precariedade na saúde, a ausência de saneamento básico, bem como, de projetos assistências, existe uma falha grave no Poder Executivo de um serviço PRIORITARÍSSIMO, pelo menos neste momento, qual seja, a SEGURANÇA PÚBLICA.

    Confesso que tive grande receio de visitar a Cidade, pois, além de parentes, pude constatar através do próprio blog a violência que aí se instalou, e sou sincero em dizer, só viajei pq se tratava de visita a parentes, caso contrário, acho que não iria.

    No período que aí estive, verifiquei num único dia a presença de uma viatura, isso pq, me disseram que era devido as festas.

    Caro Gleidson, sem prejuízo de posteriores reivindicações acerca de outros serviçoes de utilidade pública, sugiro nesse momento que vc abra um espaço no seu blog, como p.explo "entrevista com autoridades" e possa ali , colocar entrevistas realizadas com autoridades como o próprio Prefeito, Vereadores, Comandante da Polícia Militar, Delegados de Polícia, Comandante da Guarda Civil Metropolitana, se existir, enfim.... um espaço para que as autoridade possam responder perguntas dos Cidadãos.

    Acredito que tal procedimento seria excelente não só para o Cidadão, que teria a certeza que suas reivindicações estariam sendo observadas, mas também, ao prórpio Poder Público, que poderia demonstrar o que tem feito pela Cidade.

    Agradeço à atenção dispensada e disponibilizo -me para eventual colaboração.


    Forte abraço a todos !
    Fábio Campos Monteiro de Lima
    Advogado em São Paulo

    ResponderExcluir

ESCREVA AQUI SEU COMENTÁRIO