Ziulkoski diz que prefeituras não tem como pagar o piso dos professores

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

O presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, pediu hoje (10), durante discurso na abertura do Encontro Nacional dos Novos Prefeitos do país, que seja afastada a imposição aos municípios do aumento do salário dos professores.
“Isso porque não foi indicada a fonte orçamentária [do aumento] e os prefeitos estão tendo dificuldade em implementar o piso salarial do magistério”, explicou.
Ziulkoski disse também esperar que o Produto Interno Bruto (PIB) chegue a 4% como foi projetado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
“A crise está chegando, a arrecadação sinaliza queda. Estamos aqui torcendo para que a previsão [de Lula] de crescimento do PIB em 4% seja alcançada”, disse o presidente da CNM.
Para Ziulkoski, essa projeção do PIB é importante para que os prefeitos continuem fazendo os investimentos necessários. Segundo ele, no ano passado, os municípios investiram R$ 30 bilhões, os governos estaduais, R$ 22 bilhões, e o governo federal, apenas R$ 15 bilhões.
Fonte: Agência Brasil.

0 comments

Postar um comentário

ESCREVA AQUI SEU COMENTÁRIO