PORTAL UBAÚNA - Novos motoristas podem demorar mais para dirigir na estrada

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008




Quem vai tirar a carteira de habilitação pela primeira vez vai ter de esperar um ano para dirigir em estradas. Essa é uma novidade que acaba de passar pelo Senado.


Segundo os senadores, a insegurança aumenta por conta da falta de experiência dos motoristas. Esse aspecto foi considerado para a aprovação do projeto nesta quarta-feira, na Comissão de Constituição e Justiça. O projeto ainda não virou lei. Para isso, é preciso que os deputados também aprovem a proposta. O objetivo é tentar ajudar a diminuir as estatísticas que apontam um alto índice de acidentes e mortes de jovens nas estradas. Esse é um assunto antigo na discussão do Código Brasileiro de Trânsito; quando ele estava sendo discutido no Congresso, essa idéia já tinha surgido e não foi aprovada na época. O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) acha que é difícil fiscalizar essa regra, porque só é possível saber o tempo de carta se o motorista for parado na estrada, mas concorda que é preciso aprimorar o treinamento dos novos motoristas. No ano que vem também devem aumentar as dificuldades para quem quer obter a carteira de motorista definitiva. O governo está com um projeto pronto para ser enviado para o Congresso que vai aumentar de um para dois anos o período de observação do motorista para que ele receba a carteira definitiva. Outra questão está sendo discutida no âmbito do governo, a longo prazo: criar um grupo de trabalho dentro das Universidades para desenvolver um sistema de computador que permita o treinamento de alunos de auto-escola em situações de risco, antes de eles efetivamente pegarem o volante nas rodovias. Um equipamento parecido já existe fora do país, mas é muito caro: custa mais de R$ 700 mil reais. O governo acredita que, desenvolvendo uma tecnologia nacional, o preço do equipamento pode cair.
Deixe seus cometários no final da página - Chat do Portal

0 comments

Postar um comentário

ESCREVA AQUI SEU COMENTÁRIO